.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

De Segunda a Sexta Feira, das 7 às 11 horas e das 13:00 as 17:00 horas

Idioma

Português

English

Español

Francese

Deutsch

Italiano

Saúde - Segunda-feira, 20 de Maio de 2024

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Capacitação sobre Leishmaniose Visceral em Presidente Epitácio

Profissionais de saúde de Euclides da Cunha Paulista participaram de capacitação sobre "Leishmaniose Visceral" em Presidente Epitácio.


Capacitação sobre Leishmaniose Visceral em Presidente Epitácio

Profissionais da Secretaria de Saúde de Euclides da Cunha Paulista participaram nesta quarta-feira, dia 15 de maio, da reunião do Grupo de Vigilância Epidemiológica  XXII para discussão e atualização do tema “Leishmaniose Visceral em Humanos”. 

O evento foi realizado no Anfiteatro Municipal João Brilhante, localizado próximo à Orla de Presidente Epitácio e  contou com a presença de médicos, enfermeiros e representantes do setor de vigilância epidemiológica dos 21 municípios que compõe o GVE XXII do Estado de São Paulo. 

Representando Euclides da Cunha Paulista, participaram o Enfermeiro responsável pelo Vigilância Epidemiológica do município, Paulo Fernandes, e o médico da Estratégia Saúde da Família Dr. Wilson Constante. 

A reunião foi conduzida pela médica da Divisão de Zoonoses do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, Dra. Silvia Silva de Oliveira que abordou a assistência em casos de Leishmaniose Visceral, abrangendo o diagnóstico, a notificação, o tratamento, o acompanhamento e encerramento de casos. 

Segundo a Dra. Silva Silva de Oliveira em 2022 o Brasil registrou cerca de 1.800 novos casos de Leishmaniose Visceral e  o Estado de São Paulo é o quinto estado do país em número de casos da doença. 

Leishmaniose Visceral

Conforme o Ministério da Saúde Leishmaniose Visceral é uma zoonose de evolução crônica, com acometimento sistêmico e, se não tratada, pode levar a óbito até 90% dos casos. É transmitida ao homem pela picada de fêmeas do inseto vetor infectado, denominado flebotomíneo e conhecido popularmente como mosquito palha, asa-dura, tatuquiras, birigui, dentre outros. 

Apesar de grave, a Leishmaniose Visceral tem tratamento para os humanos. Ele é gratuito e está disponível na rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). 

A prevenção da Leishmaniose Visceral ocorre por meio do combate ao inseto transmissor. É possível mantê-lo longe, especialmente com o apoio da população, no que diz respeito à higiene ambiental.

 

124 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.

Unidades Fiscais

.
UFM - 2024

R$ 3,91

.
.
.
.

Versão do sistema: 2.0.0 - 21/06/2024

Portal atualizado em: 20/06/2024 07:47:59

.

Município de Euclides da Cunha Paulista - SP.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.